Notícias sobre agronegócios, agricultura, pecuária e meio ambiente - 19 de Janeiro de 2020
Pecuária

Animais da raça Wagyu da Fazenda Yakult são premiados

A empresa, que trouxe os primeiros animais do Japão, em 1992, é uma das mais importantes na área de melhoramento genético da raça no Brasil.

Com informações de assessoria
Em 23 de Dezembro de 2019 às 17h05
Fêmea campeã. (Yakult)

A Fazenda Yakult, localizada em Bragança Paulista (interior de São Paulo), participou da Exposição Nacional da Raça Wagyu, no início de dezembro, com cinco animais da raça em cinco categorias de julgamento, e todos conquistaram a primeira colocação. Além disso, uma fêmea se consagrou como Grande Campeã.

Organizada pela Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos das Raças Wagyu, a exposição foi realizada durante a 51ª Exposição Municipal Agropecuária e Industrial de Avaré (Emapa), que reuniu os principais criadores no País, de diferentes localidades. Segundo o veterinário e gerente da Fazenda Yakult, Rogério Satoru Uenishi, as premiações são de extrema importância, pois demonstram que a empresa tem base genética sólida e realiza trabalhos de melhoramento genético constante.

A Yakult foi a responsável por trazer a raça pura japonesa ao Brasil, em 1992, e está entre as maiores produtoras do País. Na fazenda localizada em Bragança Paulista, com mais de 200 hectares, a empresa mantém um plantel com 600 cabeças. Além de ser produtora, a Yakult desenvolve um intenso trabalho de melhoramento genético da raça, com resultados excelentes. No Brasil, atualmente, o plantel é de 7 mil animais.

Segundo o veterinário, a Yakult tem um rebanho de matrizes e reprodutores altamente selecionados para as características de marmoreio e maciez. O rebanho é composto das melhores linhagens disponíveis fora do Japão e prioriza a seleção e produção de animais de alto valor genético, com base em acasalamentos dirigidos. “Iniciamos o trabalho de venda da carne em 2010 e estamos com estábulos de confinamento com capacidade de abater 10 animais mensais”, acentua.

Os criadores da raça Wagyu mantêm um cuidado especial com a alimentação dos animais, desde o momento em que a vaca está prenhe e que segue com os bezerros, suprindo com ração e feno ainda no aleitamento e utilizando método de ‘mamada controlada’. Após o desmame, os animais são separados em lotes de 10 a 15 cabeças e continuam a receber alimentação em maior quantidade no cocho, tendo como objetivo ganho de peso diário de 1,0kg. Os animais são abatidos com cerca de 30 meses, com peso vivo variando de 700kg a 900kg.

A principal diferença da carne do Wagyu é o alto teor de marmoreio, o que confere maciez, suculência, aroma e sabor exclusivos. Essa ‘marmorização’ tem influência genética e sistema diferenciado de manejo e alimentação. O grau de marmoreio vai até 12 na escala japonesa, mas, no Brasil, o grau máximo está em torno de 10. “O marmoreio 5 a 6 já é excelente, não sendo possível ser alcançado por outras raças. Conseguir um marmoreio 12 é uma tarefa bastante difícil, um desafio para todos os produtores de Wagyu no Brasil”, detalha Rogério Satoru Uenish.

O preço da carne de Wagyu é perto do dobro comparado aos animais tradicionais, embora as partes mais valorizadas, como picanha, contrafilé e filé mignon, possam ultrapassar os R$ 500,00/kg desde que apresentem elevado grau de marmoreio. Cada parte do boi é utilizada para diversas finalidades, e até mesmo as partes menos valorizadas, como músculo, pescoço e retalho, são bem apreciadas sob forma de hambúrguer, almôndega e outras.

Sobre a Yakult

O Leite Fermentado Yakult completa 84 anos em 2019 e é o carro-chefe da empresa. Desde que o médico Minoru Shirota criou o Leite Fermentado com o exclusivo Lactobacillus casei Shirota, em 1935, e fundou a Yakult, em 1955, a empresa sempre teve grande preocupação em desenvolver alimentos que beneficiem a saúde das pessoas. Por isso, mantém o Instituto Central Yakult, em Kunitachi, Tóquio, no Japão, que realiza inúmeros estudos relacionados ao intestino humano.

Nos 40 países e regiões em que está presente, a Yakult possui aproximadamente 80 mil comerciantes autônomas (conhecidas como Yakult Ladies) -- 35 mil no Japão e 47 mil em 12 outros países, incluindo o Brasil -- que levam os produtos de porta a porta para milhões de consumidores, mesmo nos locais mais distantes. No mundo, mais de 40 milhões de pessoas consomem Leite Fermentado Yakult com Lactobacillus casei Shirota diariamente (resultado de 2018). A fábrica brasileira, localizada em Lorena, produz média de 2 milhões de frascos de Leite Fermentado Yakult e é uma das mais modernas da companhia no mundo.

Para outras informações acesse o site .

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Pecuária
Em 13 de Janeiro de às 15h08
O investimento da planta foi mais de R$ 70 milhões e tem capacidade para abater 500 animais por dia.
VER TODAS EM PECUÁRIA
Notícias em destaque agora
Notícias da Pecuária
Fale conosco
Anuncie
Expediente
Reportar erro
Política de Conteúdo
O objetivo do Notícias da Pecuária é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados relacionados ao agronegócio. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.