permitirá a venda interestadual de produtos alimentícios artesanais de origem animal, como queijos, mel e embutidos." /> permitirá a venda interestadual de produtos alimentícios artesanais de origem animal, como queijos, mel e embutidos." />
Notícias sobre agronegócios, agricultura, pecuária e meio ambiente - 29 de Outubro de 2020
Leite

Queijaria no Pará está apta para receber Selo Arte

Lei do Selo Arte permitirá a venda interestadual de produtos alimentícios artesanais de origem animal, como queijos, mel e embutidos.

Com informações Assessoria de Imprensa
Em 14 de Fevereiro de 2020 às 11h10
Foto: Divulgação/Assessoria de Imprensa.

O Queijo do Marajó Fazenda São Victor, localizada em Salvaterra/Marajó, no Pará, indicado para receber o certificado que permite o comércio nacional de produtos alimentícios artesanais - Selo Arte, fez parte do cronograma de ações realizadas nesta última semana pelos técnicos da Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará), Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), Empresa de Assistência Técnica de Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A iniciativa conta com o apoio do Governo do Estado do Pará.

As visitas técnicas têm o objetivo de aplicar o checklist com as recomendações do programa para verificar se estabelecimentos e respectivos processos de produção de queijos artesanais estão dentro dos requisitos da legislação vigente.

Como parte da programação aconteceram palestras para prestar informações e esclarecimentos junto aos produtores sobre os procedimentos do registro do estabelecimento artesanal. No encontro também foi pautado sobre Identificação Geográfica (IG).

A sócia proprietária da Queijaria Fazenda São Victor comemora a conquista e fala sobre a importância da aquisição do Selo Arte. “ A concessão do Selo Arte para nós produtores de queijos artesanais, significa o avanço e impulsionamento da economia, e assim, gerando mais renda para o setor” , diz.

Selo Arte

O decreto que regulamenta a Lei do Selo Arte foi assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, durante a cerimônia comemorativa dos 200 dias do governo.

A lei permitirá a venda interestadual de produtos alimentícios artesanais de origem animal, como queijos, mel e embutidos.

A regulamentação proporciona aos consumidores a garantia de que a produção é artesanal e respeita as características e métodos tradicionais.

A certificação também é uma possibilidade de aumentar a renda com a abertura de novos mercados, já que permite que os produtos artesanais possam ser comercializados em todo o território nacional sem a necessidade do selo de inspeção federal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Leite
Em 30 de Janeiro de às 11h55
Objetivo da plataforma é detectar precocemente falhas que podem ocorrer no processo de criação e garantir um futuro produtivo e saudável para as novas vacas do rebanho.
VER TODAS EM LEITE
Notícias em destaque agora
Em 28 de Outubro de 2020 às 13h57
Em 2020, já foi ministrado a 378 turmas, totalizando quatro mil pessoas. Também havia sido o mais procurado em 2019, com 732 turmas, somando 9.200 alunos.
Notícias da Pecuária
Fale conosco
Anuncie
Expediente
Reportar erro
Política de Conteúdo
O objetivo do Notícias da Pecuária é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados relacionados ao agronegócio. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.